Tag Archives: Doenças Infecciosas e Parasitárias

O Retorno da Coqueluche

23 set

Não sei se muitos de vocês perceberam, mas a Coqueluche foi bastante noticiada pelos jornais brasileiros nos últimos dias. Foram publicadas matérias no Globo, no Dia e no Terra, todas falando sobre o mesmo assunto, o aumento do número de casos da doença no Brasil e em vários países do mundo. As matérias podem ser conferidas no Clipping CIEVS RIO neste mesmo Blog.

Dados oficiais disponíveis na internet mostram que na América Latina, o número de casos da infecção pela bactéria Bordetella pertussis cresceu quase cinco vezes entre 2003 e 2008, e em todo o mundo são 50 milhões de casos por ano, com 300 mil mortes (OPAS e OMS respectivamente). Especialistas estão surpresos com surtos da doença registrados nos últimos anos. Em 2010, ocorreram 9.774 casos em um surto na Califórnia, o pior em 50 anos, onde 72% das vítimas eram bebês com menos de seis meses. Na Austrália a coqueluche atacou 35 mil pessoas, de julho de 2010 ao mesmo período deste ano, e 40% foram internadas.

Para relembrar, o Guia de Vigilância Epidemiológica traz informações úteis nesse momento de alerta, como vemos a seguir. A coqueluche é uma doença infecciosa aguda transmissível que compromete o aparelho respiratório, causada pela bactéria Bordetella pertussis. O homem é o único reservatório natural e a transmissão se dá pelo contato de suscetíveis com doentes, por gotículas de secreção.

De distribuição universal, ocorre sob as formas endêmica e epidêmica. Em populações aglomeradas, condição que facilita a transmissão, a incidência pode ser maior na primavera e no verão. Contudo em populações dispersas tal sazonalidade nem sempre é observada. A suscetibilidade é geral, não existe uma distribuição geográfica preferencial, nem características individuais que predisponham à doença, a não ser a presença ou ausência de imunidade específica. Inclusive, a vacinação dos suscetíveis é a medida de controle mais indicada. O indivíduo adquire imunidade duradoura, mas não permanente, após contato com a doença ou vacinação adequada. A proteção pode declinar, em média, de 5 a 10 anos, após a última dose da vacina.

No Brasil, a morbidade já foi muito elevada até o início da década de 80, quando eram notificados mais de 40 mil casos por ano. A partir de 1983, a incidência foi caindo graças à elevação da cobertura vacinal, principalmente a partir de 1998. Entretanto, nos últimos anos, surtos vem sendo registrados, principalmente em populações indígenas. Em 2010, o Sistema de Informações de Agravos de Notificação (Sinan) registrou 427 casos, sendo 80% deles em bebês menores de um ano. No Rio, o número de casos notificados saltou de 13, em 2010, para 27 neste ano, até agora.

Recentemente, as Prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro, emitiram alerta solicitando atenção dos serviços de saúde para a detecção de casos suspeitos, tratamento e realização de coleta oportuna de amostras para a pesquisa específica de Bordetella pertussis.

O agravo é de notificação compulsória e o grande objetivo da vigilância epidemiológica é acompanhar a tendência temporal da doença para detectar precocemente surtos e epidemias.

Até sexta-feira que vem,

Equipe CIEVS RIO

ps: caros amigos, toda sexta-feira estamos postando uma matéria temática, mas as notícias de saúde pública continuam sendo postadas diariamente no tema Clipping. Confira!

Notícias de Saúde Pública – 16/09/2011

16 set

12/09/2011 – Sarampo: Zâmbia

Resumo: Foram registrados 10 casos de Sarampo em Zâmbia. A maioria das áreas afetadas pelo Sarampo foram anteriormente visitadas pelas equipes dos Médicos sem Fronteiras que tiveram seus trabalhos suspensos devido às hostilidades dos habitantes locais.


14/09/2011 – Cólera: Burundi

Resumo: Surto de cólera em Burundi já teve 12 óbitos e contaminou 600 pessoas desde agosto. Medidas de controle com vários centros de tratamento já foram implantadas pelo Ministério da Saúde.


14/09/2011 – Cólera: Nigéria

Resumo: Foram registradas 80 pessoas contaminadas por Cólera na Nigéria.


15/09/2011 – Cólera: Chade

Resumo: Surto de cólera em Chade já levou a óbito 400 pessoas, e infectou mais de 13.000 pessoas. A doença ainda deverá continuar se espalhando devido ao período de chuvas que pioram com as instalações sanitárias inadequadas.


15/09/2011 – Doença Meningocócica: Brasil/Sergipe

Resumo: Uma menina de 9 anos foi a óbito vítima de meningite em Sergipe. A região fica próximo à Bahia onde já foram registrados 3 óbitos pela doença neste mês. Apesar do Estado estar em alerta devido à proximidade da Bahia, a Secretaria de Estado de Saúde de Sergipe declarou que o caso da menina foi isolado e independente.


(informamos que a permanência da ativação dos links acima não estão sob nosso domínio)


Notícias de Saúde Pública – 15/09/2011

15 set

14/09/2011 – Situação Sanitária dos navios de Cruzeiro: Brasil

Resumo: Foi apresentado ontem (14/09/11) um relatório das inspeções feitas em 41 dos 45 navios de cruzeiro que estiveram na costa brasileira na temporada passada (outubro de 2010 a maio de 2011), mostrando que 27% apresentaram número de irregularidades sanitárias superior ao considerado satisfatório pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os problemas vão do armazenamento inadequado de alimentos à falta de condições higiênicas na água oferecida aos clientes. Porém, houve queda no total de doentes. Foram 4.442 casos em 2009/2010 contra 792 em 2010/2011. Na última temporada, a maioria dos casos foi de diarréia (466), seguida por influenza (297) e catapora (19). O episódio com o maior número de doentes foi em 23 de março: 53 casos de diarréia, com um navio que passou por Recife, Fortaleza e Belém. As punições às irregularidades sanitárias são multas que podem ser dobradas em caso de reincidência até a interdição da embarcação.

08/09/2011 – Legionella: Itália

Resumo: Foram confirmados 11 casos de legionelose em viajantes que retornaram da cidade do norte de Lazise, ​​Província de Verona (Região Veneto) na Itália desde julho de 2011. Embora a origem exata da infecção ainda não foi identificada, 3 das 4 acomodações estão agrupadas geograficamente, ao sul do centro da cidade. 

(informamos que a permanência da ativação dos links acima não estão sob nosso domínio)

Notícias de Saúde Pública – 14/09/2011

14 set

13/09/2011 – Doença Meningocócica: Brasil/São Paulo

Resumo: Somente neste ano, onze pessoas foram contaminadas e duas mortes foram confirmadas por meningite meningocócica em São José do Rio Preto/ SP. A Vigilância Epidemiológica, informa que a situação é preocupante, embora esteja sob controle e que os procedimentos para evitar o contágio estão sendo tomados.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

Notícias de Saúde Pública – 13/09/2011

13 set

11/09/2011 – Encefalite Japonesa: Índia

Resumo: Foram registrados 16 óbitos por Encefalite Japonesa na Índia. Crianças com idade entre 11-12 anos foram as mais atingidas. Medidas para controlar a reprodução de mosquitos foram intensificadas.

 

12/09/2011 – Sarampo: Colômbia

Resumo: Foi notificado o quinto caso de Sarampo na Colômbia. A população está sendo sensibilizada sobre os casos registrados, e sendo orientada a atualizar os cartões de vacinação.

 

12/09/2011 – Doença Meningocócica C: Brasil/Bahia

Resumo: Foi confirmado o surto da Doença Meningocócica C no Brasil/Bahia. Foram registrados sete casos da doença, com três óbitos e quatro ainda permanecem internados. Todos os casos registrados na Bahia se concentraram no Complexo Hoteleiro de Sauípe, na costa norte do Estado. A região é uma das mais procuradas por turistas brasileiros e estrangeiros. Os casos confirmados de meningite envolvem funcionários.


12/09/2011 – Epizootias em macacos silvestres: Brasil/Tocantins

Resumo: A Secretaria de Estado de Saúde de Tocantins está solicitando à população que atualize o cartão de vacina contra a febre amarela, devido à ocorrência de epizootias em macacos silvestres. Todos os casos estão sendo investigados e aguardando resultados. A epizootia é um fator de alerta para a possível circulação do vírus da febre amarela na região.


(informamos que a permanência da ativação dos links acima não estão sob nosso domínio)


Notícias de Saúde Pública – 12/09/2011

12 set

08/09/2011 – Malária: Peru

Resumo: Quinhentos casos de Malária foram registrados na cidade de Tumbes no Peru em fronteira com Equador. Este alerta foi desencadeado pelo movimento de turistas entre esses dois países.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

08/09/2011 – Influenza Aviária H5N1: Índia

Resumo: Foram registrados 1436 casos de aves com Influenza Aviária na Índia. A investigação epidemiológica ainda está em curso. Abate sanitário de todas as aves domésticas está sendo aplicado em uma zona de cerca de 3 km de raio em redor do foco seguido de indenização aos funcionários.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

09/09/2011 – Raiva Humana: China

Resumo: Seis pessoas morreram por raiva nos primeiros oito meses do ano na China, enquanto no mesmo período do ano passado apenas uma pessoa foi infectada.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

09/09/2011 – Febre Tifóide: México

Resumo: Foram registrados 56 casos de Febre Tifóide no México. População foi orientada a evitar comer alimentos de origem duvidosa e aumentar medidas de higiene.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

10/09/2011 – Sarampo: Colômbia

Resumo: Foi registrado o quarto caso de Sarampo na Colômbia.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

10/09/2011 – Cólera: República Dominicana

Resumo: Foram notificados 130 óbitos por Cólera desde novembro do ano passado. Os primeiros casos de Cólera na República Dominicana foram niotificados no final de 2010.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

09/09/2011 – Sarampo: Tanzânia

Resumo: Foram notificados 76 casos de Sarampo nas últimas duas semanas na Tanzânia.

(informamos que a permanência da ativação do link não está sob nosso domínio)

 


Alerta da FAO contra a Influenza Aviária

10 set

Na última segunda-feira, dia 29/08/2011, a agência da ONU para a Agricultura e a Alimentação (FAO) recomendou uma vigilância reforçada da influenza aviária, num momento em que uma nova cepa do vírus H5N1 foi identificada na Ásia. O alerta foi veiculado por diversos jornais nacionais e internacionais e pode ser conferido nos posts do Clipping CIEVS RIO neste mesmo Blog.

Atualmente, a nova cepa está circulando na China e no Vietnã, e para a ONU, a propagação do vírus no Vietnã representa risco direto para o Camboja, a Tailândia, a Malásia e também ao Japão e a Península Coreana. Outro motivo de preocupação é que aparentemente as atuais vacinas não garantem defesa à nova estirpe. Por esses motivos, os serviços veterinários do Vietnã estão em estado de alerta.

Voltando um pouco no tempo, podemos recordar que a presença do vírus da influenza aviária obrigou as autoridades a abaterem mais de 400 milhões de aves em todo o mundo desde 2003. A FAO informou que os surtos de gripe entre aves têm tendido a aumentar desde 2008, ano que marca o início de uma nova expansão geográfica do vírus H1N5, tanto em aves selvagens como em aves domésticas. O chefe de veterinários da FAO, Juan Lubroth, responsabiliza os fluxos migratórios das aves pelo ressurgimento do H5N1 nos últimos 24 meses em países que estavam livres do vírus há vários anos. Ele esclarece que as aves selvagens normalmente são responsáveis por introduzir o vírus, mas a atuação das pessoas ao nível da produção avícola e da respetiva comercialização é que pode determinar a sua propagação.

Na nota veiculada, ainda, a mesma agência das Nações Unidas sugeriu riscos imprevisíveis do vírus para a saúde humana, admitindo um eventual ressurgimento de um novo surto da doença. Em meio a todas as notícias veiculadas na mídia, a OMS afirma, em nota divulgada no dia 30/08/2011, que baseada nas informações disponíveis, as mudanças do vírus H5N1 reportadas recentemente, não aumentam o risco oferecido pela influenza aviária para saúde humana.

Citando dados da Organização Mundial de Saúde, desde 2003, 564 pessoas foram infetadas pelo vírus H5N1, das quais 330 foram a óbito. O número cumulativo de casos humanos e óbitos pode ser visto na página da OMS, em sua seção exclusiva para influenza aviária. Para melhor conhecer o padrão epidemiológico da doença no mundo desde seu surgimento em 1996, o documento disponibilizado no site da OMS, e também na nossa Biblioteca no Portal Otics Rio, pode ajudar. Este documento expõe os principais eventos relacionados a epizootias por H5N1 e casos de infecção humana, desde 1996 até o ano corrente, em uma linha do tempo de forma bastante didática.

O Brasil não possui casos até o momento. Contudo, epizootias por influenza aviária em diferentes países da Europa, África e América do Norte, além da Ásia, já foram noticiadas na mídia.

Até sexta-feira que vem,

Equipe CIEVS RIO

ps: caros amigos, toda sexta-feira estamos postando uma matéria temática, mas as notícias de saúde pública continuam sendo postadas diariamente no tema Clipping. Confira!

Notícias de Saúde Pública – 09/09/2011

9 set

09/09/2011 – Poliomielite: China

Resumo: Uma criança morreu na China vítima da pólio. No total, 9 crianças foram infectadas na região. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, foi confirmado que o vírus veio do Paquistão.

08/09/2011 – Sarampo: Colômbia

Resumo: Autoridades sanitárias colombianas anunciaram 5 casos de sarampo na cidade de Barranquilla. O caso índice é uma menina com história de viagem para o Brasil.

Notícias de Saúde Pública – 08/09/2011

9 set

05/09/2011 – Influenza: EUA

Resumo: Autoridades sanitárias da Pensilvânia/ EUA anunciaram a identificação de 3 casos de uma nova cepa do vírus da Influenza A. Os casos são similares a raras infecções humanas ao vírus H3N2 de origem suína, mas são únicos, uma vez que contem componentes genéticos do vírus H1N1. Investigações epidemiológicas apontaram que estes estão relacionados com a uma Feira de Agricultura no estado.

Notícias de Saúde Pública – 06/09/2011

6 set

29/08/2011 – Hantavírus: Paraguai

Resumo:Autoridades sanitárias do Peru anunciaram o nono óbito por Hantavírus no país, todos na região oeste. Ao todo, há 21 casos confirmados de Hantavirose no Paraguai.


02/08/2011 – Malária: Grécia

Resumo:Em agosto, foi notificado um caso de malária em viajante romeno retornando da Grécia. O caso mostra que a doença deve ser considerada como diagnóstico diferencial de viajantes sintomáticos retornando da região. Nos últimos dez anos, casos autóctones de malária foram notificados em diversos países considerados livre da doença, como Bulgária, França, Alemanha, Grécia, Itália e Espanha.


03/08/2011 – Sarampo: Europa

Resumo: Em 2011, foram notificados mais de 26.000 casos de sarampo na Europa. Somente na França, foram notificados mais de 14.000 casos e 6 óbitos, sendo 615 com pneumonia e 15 com encefalite assiciada ao sarampo. Outro óbito foi registrado na Alemanha, onde foram registrados 1.361 casos da doença.


01/09/2011 – Paralisia Flácida Aguda: Minas Gerais/Brasil

Resumo:O Ministério da Saúde investiga o caso de uma criança de 1 ano e 4 meses que apresentou paralisia depois de receber uma das doses da vacina contra a poliomielite. De acordo com o ministério, os primeiros sintomas foram registrados em 2010 em Pouso Alegre (MG), mas a Secretaria Municipal de Saúde só notificou o caso em agosto de 2011.


02/09/2011 – Influenza: EUA

Resumo:Duas crianças norte-americanas foram contaminadas nos últimos dois meses com gripes oriundas de porco. Em ambas as crianças, uma de Indiana e outra da Pensilvânia, uma análise dos vírus mostrou que eles continham um gene do vírus pandêmico de 2009. Até agora, o novo vírus não parece ser facilmente transmissível entre humanos, mas o CDC ainda está investigando. Desde 2005, houve pelo menos 22 casos notificados de infecção humana por gripes de origem suína, semelhantes aos que estão sendo relatados agora.


05/09/2011 – Dengue 4: Minas Gerais/Brasil

Resumo:A Secretaria da Saúde de Minas Gerais informou nesta segunda-feira, ter obtido a confirmação do primeiro caso de dengue tipo 4 em território mineiro. Uma mulher de 62 anos, residente em Frutal, no Triângulo Mineiro, foi infectada em maio, e os exames realizados em Minas (Fundação Ezequiel Dias) e no Pará (Instituto Evandro Chagas) confirmaram a presença do vírus tipo 4.


(informamos que a permanência da ativação dos links acima não estão sob nosso domínio)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.