Homem morre após contrair Raiva de rim transplantado

tumblr_m3y0yp3Ycl1ru0jzfo1_500No início do mês, a morte de um homem nos Estados Unidos – em Maryland -, vítima de Raiva, causou grande repercussão na opinião pública mundial. A notícia ganhou destaque em virtude do modo como o mesmo teria adquirido o vírus, ou seja, através de um transplante de rim, há pouco mais de um ano.

Segundo nota divulgada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês) norte-americano, os médicos não suspeitaram que a Raiva poderia ser a causa da morte do doador dos órgãos, portanto, não fizeram exames para detectar a doença. O doador havia morrido em 2011 na Flórida, pouco depois de ter se mudado da Carolina do Norte, onde teria sido infectado por um guaxinim.

De acordo com as autoridades de saúde locais, a constatação da morte fez com que outros três pacientes que haviam recebido órgãos do mesmo doador também tivessem de ser tratados contra a doença. Na ocasião, também foram doados o coração, o fígado e o outro rim. Atualmente, os receptores foram localizados morando nos estados de Illinois, Geórgia e Flórida, respectivamente.

Anualmente, são diagnosticados três casos de Raiva Humana nos Estados Unidos, segundo informações do próprio CDC. Além disso, “este período é muito mais longo que o típico período de incubação da Raiva, de um a três meses, mas é coerente com os informes de casos anteriores de períodos de incubação longos”, acrescentou, em nota, a entidade.

“Todos os possíveis doadores de órgãos nos Estados Unidos são examinados para determinar se podem apresentar um risco de infecção, onde normalmente são feitos exames para detectar o vírus HIV e da Hepatite”, acrescentou a nota. “Se não existe suspeita clínica, as provas de laboratório para detectar Raiva não se realizam como rotina, já que é difícil confirmar os resultados no curto período de tempo que os médicos têm para manter os órgãos do doador viáveis para o receptor”, concluiu.

Até semana que vem,

Equipe CIEVS RIO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s