SMS-RJ utiliza a “Estratégia CIOCS” durante a Copa do Mundo

10390567_312446378919890_7895167264743491465_n

Conforme preconizado pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-RJ) utiliza a “Estratégia CIOCS (Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde)” para realizar as ações de detecção, monitoramento e resposta oportuna aos eventos de interesse em saúde pública, durante o período da Copa do Mundo 2014.

Trata-se de uma estrutura operacional de trabalho de caráter extraordinário e temporário, onde a coordenação das ações se faz presente tanto no âmbito da vigilância em saúde, quanto da assistência. Tais ações incluem ainda o compartilhamento de informações estratégicas, como subsídios para apoiar decisões adequadas durante os eventos de massa, além do monitoramento dos incidentes relacionados à saúde.

Integram o CIOCS representantes de diversos setores das secretarias Municipal e Estadual de Saúde do Rio de Janeiro e do Ministério da Saúde. O CIOCS foi instalado no dia 05/06, na sala de operações da Coordenação de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde do município do Rio de Janeiro (CIEVS RIO), e segue em funcionamento até o próximo dia 18/07.

Nos dias em que ocorrerão jogos no estádio do Maracanã, dois profissionais de saúde ligados ao CIOCS estarão credenciados para atuar no local: uma enfermeira da Vigilância Epidemiológica Municipal e um representante do Ministério da Saúde (Oficial de Ligação).  Na ocasião, atendimentos nos postos médicos do estádio serão monitorados e as informações obtidas a partir dos registros feitos em ficha própria, padronizada para todas as arenas das cidades-sede, irão servir como base para a elaboração do relatório de monitoramento diário, a ser encaminhado ao Ministério da Saúde. As atividades do CIOCS, tanto no CIEVS, quanto no estádio, se iniciam duas horas antes das partidas realizadas no Maracanã, e se encerram três horas após o jogo.

Durante o período de funcionamento do CIOCS, haverá busca ativa diária de Doenças e Agravos de Notificações Compulsória, através de contato com: Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Municipais; Núcleos de Vigilância Hospitalar (NVH); Divisões de Vigilância em Saúde (DVS); e Coordenações de Emergência Regional (CER).

As ações de investigação e controle serão realizadas frente à ocorrência de doenças e agravos de importância em saúde pública. Paralelamente, equipes de saúde permanecerão em estado de alerta até 30 dias após o encerramento da Copa do Mundo.

Até semana que vem,

Equipe CIEVS RIO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s