Ministério da Saúde inclui vacina contra Hepatite A no Calendário de Vacinação do SUS

abacinaNesta terça-feira (29), o Ministério da Saúde (MS) anunciou que vai incluir a vacina contra o vírus da Hepatite A no Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir deste mês de julho. De acordo com o órgão, a meta é imunizar 95% do público-alvo em um ano, o que representa cerca de três milhões de crianças.

Ainda segundo o ministério, a vacina já está disponível nas unidades básicas de saúde pública de 11 estados (Acre, Rondônia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul) e do Distrito Federal. Já os estados do Amazonas, Amapá, Tocantins, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Pará e Santa Catarina terão a imunização implantada no mês de agosto. A partir de setembro, a vacina passa a ser disponibilizada em mais três estados – Roraima, São Paulo e Paraná.

Para atingir a meta de imunizar três milhões de crianças em um ano, o ministério informou que já foram distribuídas 1,2 milhão de doses desde o início de julho. A distribuição seguirá até o mês de setembro, totalizando um investimento da ordem de R$ 111 milhões.

Com a inclusão do novo imunobiológico, a população passa a contar, gratuitamente, com 14 vacinas de rotina no calendário básico. Além disso, o Brasil passa a ofertar todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para o ministro da Saúde, Arthur Chioro, o investimento aplicado na introdução do imunobiológico vai “valer a pena”, à medida que possibilitará reduzir a mortalidade infantil em decorrência deste agravo. O governo estima reduzir em 65% o número de casos de Hepatite A e em 59% o número de mortes pela doença.

“Nós conseguimos reduzir o preço para R$ 19,85 a dose. São R$ 111 milhões para garantir a cobertura neste ano, mas à medida que a gente conseguir reduzir os óbitos, esse investimento é um investimento que vale à pena”, declarou o ministro.

De acordo com a OMS, a cada ano, ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos de Hepatite A no mundo. Nos países com precárias condições sanitárias e socioeconômicas, a Hepatite A apresenta alta incidência.

Trata-se de um dos principais agravos que acomete a população no Brasil, cuja prevenção e controle representam verdadeiros desafios para as políticas de saúde pública. Em 2013, foram registrados 3,2 casos para cada 100 mil habitantes. De 1999 a 2012, foram 761 mortes.

De 1999 a 2013 foram registrados 151.436 casos de Hepatite A no Brasil. A maioria dos casos se concentra nas regiões Norte e Nordeste do país, que juntas representam 55,8% das infecções pelo vírus. Cerca de 2% a 7% dos casos apresentam a forma grave da doença, que comumente leva à hospitalização e à morte.

Até semana que vem,

Equipe CIEVS RIO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s