Calendários de Vacinação

Calendário de Vacinação da Criança

A novidade no calendário de vacinação 2017 para as crianças é a ampliação da faixa etária para a vacinação contra a Hepatite A, Tetraviral e Meningocócica C até os 4 anos, 11 meses e 29 dias. Veja o calendário completo: Calendário de Vacinação Criança 2017

Calendário de Vacinação do Adolescente
Já para os adolescentes temos a introdução da vacina contra o HPV para meninos e a Meningocócica C para meninos e meninas até 13 anos de idade. As meninas podem fazer a vacinação contra o HPV até os 14 anos. Veja o calendário completo: Calendário de Vacinação do Adolescente 2017

Calendário de Vacinação do Adulto e Idoso
Entre os adultos a faixa etária para segunda dose de tríplice viral foi ampliada, agora até os 29 anos. Para os adultos maiores de 30 anos até os 49 anos basta uma dose. Homens e mulheres, até os 26 anos, vivendo com o HIV também podem ser imunizados contra o HPV.  Veja o calendário completo: Calendário de Vacinação do Adulto e Idoso 2017

Calendário de Vacinação da Gestante
Para as gestantes a vacinação com dTpa teve o período ampliado, a vacina pode ser administrada entra a 20ª semana gestacional até o puerpério. Veja o calendário completo: Calendário de Vacinação da Gestante 2017

Calendário de Vacinação contra Febre Amarela
A vacina contra a febre amarela foi inserida na rotina de imunização das unidades de Atenção Primária do município do Rio de Janeiro em 27 de março de 2017. É importante esclarecer que a vacina não é recomendada para gestantes, idosos, crianças menores de 9 meses e a pessoas com alergia a algum componente da vacina e a ovo e derivados. Pacientes em terapias imunossupressoras, portadores de doenças autoimunes, transplantados de medula óssea, com histórico de doença do timo e com problemas neurológicos de natureza desmielizante, como Síndrome de Guillain-Barré e ELA, também não devem tomar a vacina. Veja o esquema indicado:
http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/28020-veja-como-fica-vacinacao-da-febre-amarela-com-a-adocao-da-dose-unica